SharePoint

Plataforma de serviços eletrônicos facilita adequação do Estado à Lei do Governo Digital

​A plataforma SAC Digital está sendo apontada como uma das ferramentas tecnológicas que deverão facilitar a adequação do governo baiano às exigências da nova Lei do Governo Digital (Lei 14.129), sancionada no último mês de março. Voltada para a definição de instrumentos e regras que orientem as iniciativas da administração pública na área de transformação digital, a legislação federal inclui, entre outras coisas, recomendações para a implantação pelos entes federativos de plataformas on-line para oferta e prestação de serviços públicos. 

"No caso da Bahia, temos a vantagem de contar com uma plataforma já implantada e com aderência à nova Lei do Governo Digital", argumenta o diretor de Transformação Digital da Secretaria de Administração do Estado (Saeb), Igor Takenami. 

Resultado de uma parceria da Saeb com a Companhia de Processamento de Dados do Estado(Prodeb),  o SAC Digital é considerado referência na administração pública nacional, em razão do grau de integração da sua arquitetura. De acordo com Takenami, a plataforma se diferencia, entre outras coisas, por adotar recursos de Citizen Relationship Management (CzRM) – em português, Gestão de Relacionamento com o Cidadão. “Muitos destes componentes serviram como base para a arquitetura de referência definida pelo Grupo de Trabalho de Transformação Digital (GTD.GOV) do Conselho Nacional de Secretários de Estado da Administração (Consad), que conta com a participação da Bahia e dos diversos Estados da Federação", explica o diretor.

Entre as recomendações presentes na Lei Governo Digital - e que já são adotadas na plataforma baiana - está a inclusão na ferramenta de um painel para monitoramento do desempenho dos serviços públicos oferecidos. "No caso do SAC Digital, nós contamos com recursos de Business Intelligence (Inteligência de Negócios) para analisar os dados levantados em pesquisas de satisfação dos usuários realizadas por meio do aplicativo", conta Takenami. 

Além disso, informações sobre o uso do serviço também são analisadas para gerar indicadores que permitem acompanhar e tomar decisões. Graças a esta funcionalidade já foi possível introduzir ajustes, por exemplo, na versão eletrônica do Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLVe). "A análise dos dados nos permitiu identificar a necessidade de melhorias nas mensagens informativas, que foram aplicadas para aprimorar a experiência do cidadão", relata o diretor.

Lançada em 2018, a plataforma SAC Digital contabiliza 3,3 milhões de cidadãos cadastrados e aproximadamente 5 milhões de serviços executados desde sua implantação. Atualmente, a ferramenta disponibiliza aos cidadãos mais de 379 opções de serviços de agendamento e 47 digitizados, ou seja, que não geram a necessidade do usuário se deslocar até um órgão para conseguir atendimento. Entre os serviços disponíveis, estão RG Expresso, CNH Definitiva, segunda via da carteira de habilitação, CTPS Digital e matrícula escolar digital, entre outros.

Fonte: Ascom Saeb