Consentimento de cookies por FreePrivacyPolicy.com
SharePoint

Em solenidade, ABEP premia estados em destaque no Índice de Serviços Públicos Digitais

​Indicando os destaques em três categorias, o II Workshop ABEP contou com solenidade para premiar os principais colocados no Índice ABEP-TIC de Oferta de Serviços Públicos Digitais de 2020 e 2021.

Segundo Lutiano Silva, presidente do conselho da ABEP-TIC e idealizador do Índice, a transformação digital é essencial para salvar vidas durante a pandemia, o que comprova a relevância do índice.

“O cidadão está em casa e a única forma do governo chegar até ele é digital. A gente sabe que o apesar do Brasil ter crescido no índice de acesso à internet, ainda há uma certa desigualdade, não só socioeconômica mas também digital”, comenta. “A digitalização passa a ser uma nova forma que o governo usa para se comunicar, relacionar e prestar serviço para o cidadão que está em casa e precisa consumir serviço público, então a transformação digital não só é eficiente para o cidadão, ela também salva-vidas nesse momento de pandemia”.

O destaque da edição de 2021 foi o estado do Rio Grande do Sul, que recebeu o prêmio de primeiro lugar, atingindo o grau Ótimo no ranking, seguido pela Bahia em segundo e o estado do Paraná, em terceiro.

O secretário de Planejamento, Governança e Gestão do Rio Grande do Sul, Cláudio Gastal, comenta a importância do índice para o estado.
 
“É para isso que nós utilizamos e o sistema de indicadores ABEP-TIC, para melhorar cada vez mais não nós mesmos, mas para prestar o melhor serviço para a população, colocar o  Estado na palma da mão do cidadão e, com isso, efetivamente fazer com que o cidadão se sinta cuidado e acolhido pelos serviços digitais e do Estado. Acho que é um grande ecossistema que está sendo criado pela ABEP-TIC, uma grande troca de experiências, e é fundamental nós transformamos a vida do cidadão através das ferramentas digitais”

Minas Gerais e Santa Catarina receberam o prêmio como líderes gerais do Índice em 2020. Os estados do Rio Grande do Sul e Bahia receberam o segundo e terceiro lugar na categoria, respectivamente.

Além desses, houve também a premiação para a maior variação nominal, que foi liderada pelo estado do Amazonas. O segundo lugar ficou com o Acre e em terceiro, o Estado do Mato Grosso. Essa categoria indica o avanço que esses estados tiveram de um ano para o outro nas entregas digitais à população.

A solenidade é importante para celebrar o trabalho árduo das afiliadas em tempos de adaptação, como explica o presidente da ABEP-TIC, Tasso Lugon.
 
“É um momento de reconhecimento e apresentação dos estados que se destacaram nessas modalidades, principalmente na parte de serviço digitais para atender diretamente o cidadão, e com esse encontro, trazer não só os estados mas também essa parceria com o governo Federal, com os municípios e todo esse conglomerado do setor de TI que se junta para reconhecer quem realmente fez um excelente trabalho”.
 
A premiação contou com a presença de importantes nomes do governo federal e estadual. O representante do BID no Brasil, Morgan Doyle, exalta a parceria com a ABEP-TIC e a importância deste trabalho.

“Quase 90% das pessoas que expressaram que estão prontos e confortáveis para ascender a serviços por meios digitais.  Isso é interessante destacar e eu acho que os estados também têm percebido e tem investido nisso, e no contexto da pandemia tinha todo o sentido do mundo. É um testemunho do fato de que o governo federal e os estados podem e devem avançar muito rapidamente“.

Fonte: Jornal Abep - edição 2021